17 dezembro 2016

Surprise, bitchs!


Olarrr! Tá, estou começando a me enjoar dessas idas e voltas com o blog e desses posts de "olá, estou de volta", tipo, eu sei que uma hora eu vou me desanimar com o blog ou ter certos fatores para abandoná-lo, assim como também sei que sempre vou voltar, e o blog não vai acabar, pelo menos não tão cedo.
Enfim, tamo aí pra ser trouxa e blogueirinha hahaha; também tenho posts legais em mente, quer dizer, até eu publicar esse post eu já fiz muitos outros, porque sou dessas, gosto é de acumular post no rascunho, e to bem animada para criar pelo mundo.
Uma coisa que quero avisar a vocês é que, não vou prometer post uns 3 dias por semana, ou toda a semana, a única coisa que quero falar que tenho uma meta de publicar todo sábado, mas meta é meta e promessa é promessa ~ são coisas bastantes distintas.
Bem, também pretendo expressar mais minhas opiniões além dos textos, séries, filmes e livros que costumam invadir o feed do Paralisei o Bico, tipo, eu sempre quis me expressar aqui, ter algo mais pessoal, mais conectado com meu interior, mas sempre pensei que não gostariam desse tipo de assunto, MAS EU TO NEM AÍ, E SOU EU QUEM MANDA NESSA PORRA, então, resumindo, vou vomitar causas sociais e opiniões sociológicas (ui me senti agora).
 E, agora, com vocês uma playlist lindinha com clipes adoráveis <3



E agora um textinho meu:::

  • - Ela foi embora.
    Aquelas palavras me mataram.
    Ela foi embora.
    As palavras ardiam, meu olho sangrava lágrimas, meu coração parecia ter se desmanchado.
    Ela foi embora.
    As palavras nem pareciam reais, ontem mesmo eu conversei com ela sobre o céu, e as figuras das estrelas.
    Eu amo tanto ela, e...
    Ela foi embora.
    Ouvir essas palavras me sugaram e eu desabei no chão, amparada por minhas lágrimas que encharcavam o tapete.
    Ela foi embora e nem deixou um bilhete, ela me disse pra esperar, pra eu não dormir, e foi embora.
    Foi para aliviar a dor?
    Então, se ela tivesse me dito que iria embora, eu morreria? Desabaria lá no chão mesmo, na mesa vermelha que a gente pintou naquele dia que descobrimos que nossas almas eram destinadas uma para outra.
    Será que também era para aliviar minha dor, quando você disse eu te amo, quando eu chorei na sua frente depois de você ter dito não?
    Me responda, me responde agora.
    Porque eu não aguento mais, eu sinceramente, te amo tanto, que dói receber essa notícia por aquela sua vizinha pequena, que tem suas mãos grandes.
    EU. NÃO. AGUENTO. MAIS.
    Chorar toda noite, às uma da manhã, quando seu pontinho verde desaparece.
    não.aguento. NÃO TENHO MAIS FORÇAS, VOCÊ TIROU TODA MINHA FORÇA, E SIMPLESMENTE... FOI EMBORA.
    Você foi embora. E eu? Quando eu vou te encontrar?


---------------
Gente, acho que foi isso, eu queria fazer algo a mais mas tudo bem, eu to voltando amém! Beijoss, até mais um pouco.

Nenhum comentário:

Postar um comentário